Palcos Instáveis

Ana Rita Xavier & Sofia Alvernaz
Título meramente descritivo ou duas mulheres e uma plateia
+
Catarina Ribeiro, Keren-or Ben Shachar e Sara Miguelote
Acima de tudo

Palcos Instáveis

© Tijmen Teunisse (Acima de tudo)

Outubro

2/10 sáb 21:00 CAMPO ALEGRE Sala-Estúdio
3/10 dom 17:00 TMP ONLINE

CAMPO ALEGRE & ONLINE

Dança
Instável — Centro Coreográfico
Preço 7€ (Campo Alegre) / 3.50€ (TMP Online)
Duração 30min + 30min
Classificação etária 12+
Condições TMP Online Visualização disponível 24h (entre as 17h00 de 3 de outubro e as 23h59 de 4 de outubro)
Ana Rita Xavier & Sofia Alvernaz 
Título meramente descritivo ou duas mulheres e uma plateia

Sinopse mais curta que o título.

Ana Rita Xavier é natural de Guimarães. É licenciada em criação e interpretação em dança contemporânea pela ESD — Escola Superior de Dança de Lisboa. Em 2016 termina a licenciatura na ESMAE — Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, através do Programa Vasco da Gama. Em 2018, conclui o curso MoDem Pro, na companhia Scenario Pubblico, Sicília, e em 2019 o curso FAICC — Formação Avançada em Interpretação e Criação Coreográfica, na Instável. Ao longo do seu percurso trabalhou com Pedro Soares, Tom Borgas, Hugo Calhim Cristovão e Joana von Mayer Trindade, Radar 360, Mafalda Deville, Gustavo Ciríaco, Marta Jardim, Guilherme de Sousa e Pedro Azevedo, Circolando, Joana Castro e Gil Mac, entre outros.

Sofia Alvernaz é natural de São Miguel. É licenciada em teatro pela ESAD — Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (2018), tendo apresentado como exercício final o trabalho Perto de Nós, dirigido por Joana Craveiro, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha e posteriormente no Teatro da Comuna (Lisboa). Em 2016 participa no festival Contacting the World, onde trabalha com Stacy Makishi, artista plástica e performer, em Manchester. Em 2018, colabora no projeto Geração SOMA | Eu Maior com a CiM – Companhia de Dança, apresentado na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Em 2019, conclui o curso FAICC — Formação Avançada em Interpretação e Criação Coreográfica, na Instável, e integra o elenco do espetáculo Ser Pessoa, coreografado por Maria João Gouveia e encenado por André Melo, apresentado no Coliseu Micaelense (Ponta Delgada). Atualmente, frequenta o mestrado em artes plásticas na ESAD das Caldas da Rainha.


Catarina Ribeiro, Keren-or Ben Shachar e Sara Miguelote 
Acima de tudo

Acima de tudo, o teto. Acima de
tudo, as estrelas. Acima de tudo,
inquietas. Acima de tudo repete-se.
Acima. Tudo escuro. Impossível. Em
baixo, falível.

Acima de tudo é uma peça que vem
questionar e explorar a fricção entre o
conceito de perfeição e a natureza
humana imperfeita.

Catarina Ribeiro (1997) é uma bailarina portuguesa que pretende enriquecer e desenvolver a sua linguagem coreográfica. O percurso artístico de dança iniciou-se na cidade do Porto onde frequentou o ensino secundário no Ginasiano. Continuou os seus estudos em dança na Universidade de Artes ArtEZ, nos Países Baixos. As suas peças destacam-se pela união de cores fortes em contraste com a sensibilidade e sobriedade do seu movimento. Deste modo, surgiram oportunidades de coreografar para a Kibbutzim College (IL), De Nieuwe Oost (NL) e com a Instável (PT). Catarina tem vindo a trabalhar como bailarina com Cristina Planas Leitão, Elisabeth Lambeck, Jan Martens, Cecilia Moisio, Monique van Hinte e Felix Landerer. Catarina é cofundadora, intérprete e coreógrafa de Lazy Susan & Co, situado em Roterdão, onde atualmente reside. 

Keren-or Ben Shachar (1992) é uma bailarina e coreógrafa israelita residente em Roterdão. A sua linguagem artística toca o absurdo do quotidiano, quebrando a parede que divide o público do performer. Esta separação origina momentos no qual o público, durante o espetáculo, confunde situações em que deve rir, chorar ou ambos. Como coreógrafa, criou MASScontemplation (IL, 2018), Prelude (NL, 2017) And all that Pop (SW, 2019). Como bailarina, Keren, teve a oportunidade de trabalhar com Nicole Beutler, Idan Sharabi, Caroline Finn, Lorenzo Capodieci e Coletivo PRIME. A artista, natural de Haifa, estudou na Universidade de Artes ArtEZ e Maslool- Programa profissional de Dança. Paralelamente à sua carreira, Keren estuda Biologia na UK Open University e atualmente é co-fundadora do coletivo Lazy Susan & Co. 

Sara Miguelote (1996) é uma bailarina e coreógrafa portuguesa, estabelecida em Roterdão, Países Baixos. Teve o seu primeiro contacto com a dança aos 5 anos de idade, na sua cidade natal, Viana do Castelo. Aos 16 anos mudou-se para o Porto, para ingressar no curso artístico de dança no Ginasiano. Em 2015 é aceite no curso de dança da Universidade de Artes ArtEZ, onde dá seguimento ao seu percurso artístico. É durante os anos de faculdade que Sara começa a desenvolver a sua identidade artística enquanto coreógrafa, muito marcada por visuais intensos de inspiração cinematográfica, que exploram a psique humana. Enquanto bailarina, trabalhou com companhias e coreógrafos como Club Guy and Roni, Samir Calixto e Daniel Barkan e, desde 2020, é um membro ativo em Lazy Susan & Co. 


Desde a sua criação em 2012 que o ciclo Palcos Instáveis incentiva o trabalho de criadores emergentes da cidade do Porto e do Norte do país. Com a assinatura da Instável — Centro Coreográfico e a coprodução do Teatro Municipal do Porto, os Palcos Instáveis facilitam residências artísticas de criação, a produção, a comunicação e apresentação de novas obras, possibilitando o cruzamento de experiências artísticas e oferecendo à cidade o contacto com linguagens coreográficas emergentes.

Outubro

2/10 sáb 21:00 CAMPO ALEGRE Sala-Estúdio
3/10 dom 17:00 TMP ONLINE

CAMPO ALEGRE & ONLINE

Dança
Instável — Centro Coreográfico
Preço 7€ (Campo Alegre) / 3.50€ (TMP Online)
Duração 30min + 30min
Classificação etária 12+
Condições TMP Online Visualização disponível 24h (entre as 17h00 de 3 de outubro e as 23h59 de 4 de outubro)
Ana Rita Xavier & Sofia Alvernaz 
Título meramente descritivo ou duas mulheres e uma plateia

Cocriação e interpretação Ana Rita Xavier, Sofia Alvernaz
Sonoplastia Ana Rita Xavier, Sofia Alvernaz
Apoio à sonoplastia Rafael Maia
Desenho de luz Bruno Pacheco
Figurinos Ana Paula Ferreira
Cenografia André Pipa e Pedro Gonçalves 
Vídeo Luís Sobreiro
Coaching Maurícia Barreira Neves, Guilherme de Sousa e Pedro Azevedo
Coprodução Instável - Centro Coreográfico, Teatro Municipal do Porto
Apoio à residência CAMPUS Paulo Cunha e Silva, CRL Central Elétrica, Instável — Centro Coreográfico 
Agradecimentos Avó Ju, D. Lila, Dra. Andreia, João Soares, Mariana Sá Marques, Manuel Xavier, João Monteiro, José Fernando Pimenta, Maria Miguel von Hafe, guarda-roupa Esmae, Carlos Conceição, Luz, Odin, Liliana Abreu

Catarina Ribeiro, Keren-or Ben Shachar e Sara Miguelote 
Acima de tudo

Coreografia, interpretação e conceito Catarina Ribeiro, Keren-or Ben Shachar e Sara Miguelote 
Coaching João Dinis Pinho
Apoio à produção Alice Gioria
Apoio à cenografia
Manuel Ribeiro
Fotografia Tijmen Teunissen
Teaser Iris Boer
Com o apoio de DeStudio Rotterdam, Time Window e Ruimte in Beweging
Música "Berceuse and Finale" e "Prelude to the Afternoon of a Faun", de Isao Tomita, do álbum "Firebird" (1976); "Thomas Bloch - Formule", do álbum "Music for Ondes Martenot" (2004)
Coprodução Teatro Municipal do Porto, Instável - Centro Coreográfico, Lazy Susan & Co